Web Services em AdvPL – Parte 02

Introdução

No tópico anterior sobre Web Services em AdvPL, foi apresentado um overview dos Web Services, e dois exemplos de código AdvPL para atuar como client de Web Services, utilizando um serviço publico na Internet para previsão do tempo.

Hoje, vamos criar um exemplo de um Web Service SERVER em AdvPL, que receberá como parâmetro uma estrutura complexa (ComplexType), e dentro dele um array de estruturas complexas. A idéia inicial era criar um exemplo completo de envio e retorno, mas o tópico ficaria muito grande, então optei por dividí-lo.

Web Service SERVER em AdvPL

Existe um tópico na TDN, que engloba todos os aspectos de criação de um Web Services SERVER em AdvPL, desde a configuração até o deploy de um serviço. Ele está disponível no link http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=6064936 . O conteúdo do post atual no blog complementa algumas definições e parte para um exemplo onde é recomendável que você já tenha lido a TDN.

Resumindo em poucas linhas, um Web Service SERVER em AdvPL consiste na declaração de uma classe diferenciada (WSSERVICE), onde configuramos uma interface de publicação para Web Services no TOTVS Application Server, que a partir das classes WSSERVICE compiladas no RPO, consegue disponibilizar uma interface de chamada, consulta e testes via HTTP, bem como a definição (WSDL) da classe para que outras linguagens que trabalham nativamente com Web Services sejam capazes de gerar uma classe Client para consumir este Web Service.

Parâmetros e retornos

Na declaração de um Web Services SERVER em AdvPL, os parâmetros e retornos dos métodos devem ser declarados como propriedades da classe. O tipo destes parâmetros podem ser tipos simples ( http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=6064941 ) ou tipos complexos ( http://tdn.totvs.com/display/tec/05.+Estruturas+-+Tipos+complexos ). Quando a quantidade de elementos de um parametro (simples ou compexo) for maior que 1, podemos declarar a propriedade como um ARRAY OF , onde o tipo pode ser simples ou complexo.

Na prática, um tipo complexo não passa de um agrupamento de um ou mais tipos simples ou complexos, como se fosse uma estrutura (classe sem métodos). Em um Web Service AdvPL, é possível declarar metodos para as estruturas, mas os métodos das estruturas não são publicados no WSDL, podem ser usados apenas dentro da classe de Web Service SERVER.

Projeto Web Services TORNEIOS

Vamos partir de um exemplo didático da criação de um WebServices para cadastrar um torneio esportivo. Os dados relevantes do torneio são as datas de inicio e final, uma descrição, e uma lista de atletas participantes. Cada atleta deve informar seu CPF, nome e data de nascimento. Opcionalmente, o atleta pode informar seu peso (em Kg) e altura (em metros).

Logo, precisamos de uma estrutura para os dados de um torneio e outra para os dados do atleta. Como um torneio pode ter vários atletas, a estrutura do atleta deve ser declarada como uma propriedade do tipo ARRAY OF ATLETA na estrutura de torneios. Vamos à primeira parte do código:

( Fonte WSSRV01.PRW )

#include "protheus.ch"
#include "apwebsrv.ch"
/* -------------------------------------------------------------
Fonte WSSRV01.PRW 
Autor Julio Wittwer
Data 10/06/2015
Descrição Fonte de exemplo de Web Services Server com 
 recebimento e retorno de tipos complexos 
 e array de tipos complexos
------------------------------------------------------------- */
// Estutura de dados de um atleta
// CPF, Nome, Aniversário ( obrigatorios ) 
// peso e altura ( opcionais )
WSSTRUCT ATLETA
 
 WSDATA CPF as STRING
 WSDATA Nome as STRING
 WSDATA Nascim as DATE 
 WSDATA PesoKg as FLOAT OPTIONAL
 WSDATA Altura as FLOAT OPTIONAL
ENDWSSTRUCT
// Estrutura de dados de um torneio 
// Descrição, data de inicio e término, e array de atletas participantes
WSSTRUCt TORNEIO
WSDATA Descricao as STRING
 WSDATA Inicio as DATE
 WSDATA Final as DATE 
 WSDATA Atletas as ARRAY OF ATLETA
 
ENDWSSTRUCT

Todas as propriedades declaradas nas estruturas (WSDATA) por default são obrigatórias. Para tornar uma propriedade opcional, usamos a palavra reservada “OPTIONAL” após o tipo da propriedade. Feita a declaração das estruturas, vamos agora para a prototipação da classe.

// Prototipação do WebServices
// Serviço de cadastro de torneios esportivos
WSSERVICE TORNEIOS DESCRIPTION "Torneios Esportivos"
 
 // propriedades de entrada e retorno, usados 
 // como parametros ou retornos nos metodos
 
 WSDATA TorneioIn AS TORNEIO 
 WSDATA Status as INTEGER 
 
 // Metodos do WebService
 WSMETHOD Incluir
ENDWSSERVICE

Por enquanto o WebService vai apenas receber os dados completos de um torneio. O foco do exemplo é justamente como os dados serão recebidos, e como você poderá enviá-los através de um Web Service client em AdvPL criado pela geração de classe client do TDS ou pela nova classe tWSDLManager. O exemplo não abrange a persistência das informações em base de dados. Agora, vamos implementar o método “Incluir” neste fonte:

// Metodo de inclusao. Recebe um Torneio com todos os dados 
// e o array de atletas, e retorna um status numerico ( 0 = sucesso )
WSMETHOD Incluir WSRECEIVE TorneioIn WSSEND Status WSSERVICE TORNEIOS 
 
// Vamos ver tudo o que chegou como parametro
// varinfo("TorneioIn",::TorneioIn) 
 
/*
TorneioIn -> OBJECT ( 4) [...]
 TorneioIn:ATLETAS -> ARRAY ( 2) [...]
 TorneioIn:ATLETAS[1] -> OBJECT ( 5) [...]
 TorneioIn:ATLETAS[1]:ALTURA -> U ( 1) [ ]
 TorneioIn:ATLETAS[1]:CPF -> C ( 12) [123456789-09]
 TorneioIn:ATLETAS[1]:NASCIM -> D ( 8) [02/02/81]
 TorneioIn:ATLETAS[1]:NOME -> C ( 13) [Joao da Silva]
 TorneioIn:ATLETAS[1]:PESOKG -> N ( 15) [ 72.5000]
 TorneioIn:ATLETAS[2] -> OBJECT ( 5) [...]
 TorneioIn:ATLETAS[2]:ALTURA -> U ( 1) [ ]
 TorneioIn:ATLETAS[2]:CPF -> C ( 12) [111111111-11]
 TorneioIn:ATLETAS[2]:NASCIM -> D ( 8) [03/03/80]
 TorneioIn:ATLETAS[2]:NOME -> C ( 13) [Jose da Silva]
 TorneioIn:ATLETAS[2]:PESOKG -> N ( 15) [ 75.2000]
 TorneioIn:DESCRICAO -> C ( 16) [Torneio de Teste]
 TorneioIn:FINAL -> D ( 8) [06/29/15]
 TorneioIn:INICIO -> D ( 8) [06/28/15]
*/
 
// com isso conseguimos montar facilmente o codigo AdvPl para tratar os dados 
// recebidos nesta propriedade. Logo abaixo, eu mostro na tela de console do 
// TOTVS App server a descricao do torneio recebida, e o nome dos atletas recebidos
conout("Torneio : "+TorneioIn:DESCRICAO)
conout("Atletas : "+cValToChar( len(TorneioIn:ATLETAS) ))
For nI := 1 to len(TorneioIn:ATLETAS)
 conout(TorneioIn:ATLETAS[nI]:Nome)
Next
// Caso o processamento seja concluido com sucesso, 
// alimentamos a propriedade de retorno com 0
// em caso de falha, podemos usar um ou mais numeros negativos para indicar
// uma impossibilidade de processamento, como um torneio na mesma data....
::Status := 0
Return .T.

Uma vez criado o fonte e compilado no RPO, e configurado adequadamente o APPServer para ser um servidor de HTTP para WEB Services (vide documentação da TDN), podemos partir para a geração do fonte client em AdvPL.

Exemplo gerando o fonte client de Web Services

Primeiro, vamos gerar um fonte client AdvPL usando o IDE ou TDS. Usando o endereço HTTP onde foi disponibilizado o WSDL deste serviço, o código fonte client gerado deve ficar assim:

( Fonte WSCLI01.PRW )

#INCLUDE "PROTHEUS.CH"
#INCLUDE "APWEBSRV.CH"
/* ===============================================================================
WSDL Location http://localhost/ws/TORNEIOS.apw?WSDL
Gerado em 06/28/15 15:31:26
Observações Código-Fonte gerado por ADVPL WSDL Client 1.120703
 Alterações neste arquivo podem causar funcionamento incorreto
 e serão perdidas caso o código-fonte seja gerado novamente.
=============================================================================== */
User Function _SSLXTLW ; Return // "dummy" function - Internal Use
/* -------------------------------------------------------------------------------
WSDL Service WSTORNEIOS
------------------------------------------------------------------------------- */
WSCLIENT WSTORNEIOS
WSMETHOD NEW
 WSMETHOD INIT
 WSMETHOD RESET
 WSMETHOD CLONE
 WSMETHOD INCLUIR
WSDATA _URL AS String
 WSDATA _HEADOUT AS Array of String
 WSDATA _COOKIES AS Array of String
 WSDATA oWSTORNEIOIN AS TORNEIOS_TORNEIO
 WSDATA nINCLUIRRESULT AS integer
// Estruturas mantidas por compatibilidade - NÃO USAR
 WSDATA oWSTORNEIO AS TORNEIOS_TORNEIO
ENDWSCLIENT
WSMETHOD NEW WSCLIENT WSTORNEIOS
::Init()
If !FindFunction("XMLCHILDEX")
 UserException("O Código-Fonte Client atual requer os executáveis do Protheus Build [7.00.131227A-20150620] ou superior. Atualize o Protheus ou gere o Código-Fonte novamente utilizando o Build atual.")
EndIf
Return Self
WSMETHOD INIT WSCLIENT WSTORNEIOS
 ::oWSTORNEIOIN := TORNEIOS_TORNEIO():New()
// Estruturas mantidas por compatibilidade - NÃO USAR
 ::oWSTORNEIO := ::oWSTORNEIOIN
Return
WSMETHOD RESET WSCLIENT WSTORNEIOS
 ::oWSTORNEIOIN := NIL 
 ::nINCLUIRRESULT := NIL
// Estruturas mantidas por compatibilidade - NÃO USAR
 ::oWSTORNEIO := NIL
 ::Init()
Return
WSMETHOD CLONE WSCLIENT WSTORNEIOS
Local oClone := WSTORNEIOS():New()
 oClone:_URL := ::_URL 
 oClone:oWSTORNEIOIN := IIF(::oWSTORNEIOIN = NIL , NIL ,::oWSTORNEIOIN:Clone() )
 oClone:nINCLUIRRESULT := ::nINCLUIRRESULT
// Estruturas mantidas por compatibilidade - NÃO USAR
 oClone:oWSTORNEIO := oClone:oWSTORNEIOIN
Return oClone
// WSDL Method INCLUIR of Service WSTORNEIOS
WSMETHOD INCLUIR WSSEND oWSTORNEIOIN WSRECEIVE nINCLUIRRESULT WSCLIENT WSTORNEIOS
Local cSoap := "" , oXmlRet
BEGIN WSMETHOD
cSoap += 'xmlns="http://localhost/">'
cSoap += WSSoapValue("TORNEIOIN", ::oWSTORNEIOIN, oWSTORNEIOIN , "TORNEIO", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
cSoap += "</INCLUIR>"
oXmlRet := SvcSoapCall( Self,cSoap,; 
 "http://localhost/INCLUIR",; 
 "DOCUMENT","http://localhost/",,"1.031217",; 
 "http://localhost/ws/TORNEIOS.apw")
::Init()
::nINCLUIRRESULT := WSAdvValue( oXmlRet,"_INCLUIRRESPONSE:_INCLUIRRESULT:TEXT","integer",NIL,NIL,NIL,NIL,NIL,NIL)
END WSMETHOD
oXmlRet := NIL
Return .T.
// WSDL Data Structure TORNEIO
WSSTRUCT TORNEIOS_TORNEIO
 WSDATA oWSATLETAS AS TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 WSDATA cDESCRICAO AS string
 WSDATA dFINAL AS date
 WSDATA dINICIO AS date
 WSMETHOD NEW
 WSMETHOD INIT
 WSMETHOD CLONE
 WSMETHOD SOAPSEND
 WSMETHOD SOAPRECV
ENDWSSTRUCT
WSMETHOD NEW WSCLIENT TORNEIOS_TORNEIO
 ::Init()
Return Self
WSMETHOD INIT WSCLIENT TORNEIOS_TORNEIO
Return
WSMETHOD CLONE WSCLIENT TORNEIOS_TORNEIO
 Local oClone := TORNEIOS_TORNEIO():NEW()
 oClone:oWSATLETAS := IIF(::oWSATLETAS = NIL , NIL , ::oWSATLETAS:Clone() )
 oClone:cDESCRICAO := ::cDESCRICAO
 oClone:dFINAL := ::dFINAL
 oClone:dINICIO := ::dINICIO
Return oClone
WSMETHOD SOAPSEND WSCLIENT TORNEIOS_TORNEIO
 Local cSoap := ""
 cSoap += WSSoapValue("ATLETAS", ::oWSATLETAS, ::oWSATLETAS , "ARRAYOFATLETA", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("DESCRICAO", ::cDESCRICAO, ::cDESCRICAO , "string", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("FINAL", ::dFINAL, ::dFINAL , "date", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("INICIO", ::dINICIO, ::dINICIO , "date", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
Return cSoap
WSMETHOD SOAPRECV WSSEND oResponse WSCLIENT TORNEIOS_TORNEIO
 Local oNode1
 ::Init()
 If oResponse = NIL ; Return ; Endif 
 oNode1 := WSAdvValue( oResponse,"_ATLETAS","ARRAYOFATLETA",NIL,"Property oWSATLETAS as s0:ARRAYOFATLETA on SOAP Response not found.",NIL,"O",NIL,NIL) 
 If oNode1 != NIL
 ::oWSATLETAS := TORNEIOS_ARRAYOFATLETA():New()
 ::oWSATLETAS:SoapRecv(oNode1)
 EndIf
 ::cDESCRICAO := WSAdvValue( oResponse,"_DESCRICAO","string",NIL,"Property cDESCRICAO as s:string on SOAP Response not found.",NIL,"S",NIL,NIL) 
 ::dFINAL := WSAdvValue( oResponse,"_FINAL","date",NIL,"Property dFINAL as s:date on SOAP Response not found.",NIL,"D",NIL,NIL) 
 ::dINICIO := WSAdvValue( oResponse,"_INICIO","date",NIL,"Property dINICIO as s:date on SOAP Response not found.",NIL,"D",NIL,NIL) 
Return
// WSDL Data Structure ARRAYOFATLETA
WSSTRUCT TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 WSDATA oWSATLETA AS TORNEIOS_ATLETA OPTIONAL
 WSMETHOD NEW
 WSMETHOD INIT
 WSMETHOD CLONE
 WSMETHOD SOAPSEND
 WSMETHOD SOAPRECV
ENDWSSTRUCT
WSMETHOD NEW WSCLIENT TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 ::Init()
Return Self
WSMETHOD INIT WSCLIENT TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 ::oWSATLETA := {} // Array Of TORNEIOS_ATLETA():New()
Return
WSMETHOD CLONE WSCLIENT TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 Local oClone := TORNEIOS_ARRAYOFATLETA():NEW()
 oClone:oWSATLETA := NIL
 If ::oWSATLETA <> NIL 
 oClone:oWSATLETA := {}
 aEval( ::oWSATLETA , { |x| aadd( oClone:oWSATLETA , x:Clone() ) } )
 Endif 
Return oClone
WSMETHOD SOAPSEND WSCLIENT TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 Local cSoap := ""
 aEval( ::oWSATLETA , {|x| cSoap := cSoap + WSSoapValue("ATLETA", x , x , "ATLETA", .F. , .F., 0 , NIL, .F.) } ) 
Return cSoap
WSMETHOD SOAPRECV WSSEND oResponse WSCLIENT TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 Local nRElem1, oNodes1, nTElem1
 ::Init()
 If oResponse = NIL ; Return ; Endif 
 oNodes1 := WSAdvValue( oResponse,"_ATLETA","ATLETA",{},NIL,.T.,"O",NIL,NIL) 
 nTElem1 := len(oNodes1)
 For nRElem1 := 1 to nTElem1 
 If !WSIsNilNode( oNodes1[nRElem1] )
 aadd(::oWSATLETA , TORNEIOS_ATLETA():New() )
 ::oWSATLETA[len(::oWSATLETA)]:SoapRecv(oNodes1[nRElem1])
 Endif
 Next
Return
// WSDL Data Structure ATLETA
WSSTRUCT TORNEIOS_ATLETA
 WSDATA nALTURA AS float OPTIONAL
 WSDATA cCPF AS string
 WSDATA dNASCIM AS date
 WSDATA cNOME AS string
 WSDATA nPESOKG AS float OPTIONAL
 WSMETHOD NEW
 WSMETHOD INIT
 WSMETHOD CLONE
 WSMETHOD SOAPSEND
 WSMETHOD SOAPRECV
ENDWSSTRUCT
WSMETHOD NEW WSCLIENT TORNEIOS_ATLETA
 ::Init()
Return Self
WSMETHOD INIT WSCLIENT TORNEIOS_ATLETA
Return
WSMETHOD CLONE WSCLIENT TORNEIOS_ATLETA
 Local oClone := TORNEIOS_ATLETA():NEW()
 oClone:nALTURA := ::nALTURA
 oClone:cCPF := ::cCPF
 oClone:dNASCIM := ::dNASCIM
 oClone:cNOME := ::cNOME
 oClone:nPESOKG := ::nPESOKG
Return oClone
WSMETHOD SOAPSEND WSCLIENT TORNEIOS_ATLETA
 Local cSoap := ""
 cSoap += WSSoapValue("ALTURA", ::nALTURA, ::nALTURA , "float", .F. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("CPF", ::cCPF, ::cCPF , "string", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("NASCIM", ::dNASCIM, ::dNASCIM , "date", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("NOME", ::cNOME, ::cNOME , "string", .T. , .F., 0 , NIL, .F.) 
 cSoap += WSSoapValue("PESOKG", ::nPESOKG, ::nPESOKG , "float", .F. , .F., 0 , NIL, .F.) 
Return cSoap
WSMETHOD SOAPRECV WSSEND oResponse WSCLIENT TORNEIOS_ATLETA
 ::Init()
 If oResponse = NIL ; Return ; Endif 
 ::nALTURA := WSAdvValue( oResponse,"_ALTURA","float",NIL,NIL,NIL,"N",NIL,NIL) 
 ::cCPF := WSAdvValue( oResponse,"_CPF","string",NIL,"Property cCPF as s:string on SOAP Response not found.",NIL,"S",NIL,NIL) 
 ::dNASCIM := WSAdvValue( oResponse,"_NASCIM","date",NIL,"Property dNASCIM as s:date on SOAP Response not found.",NIL,"D",NIL,NIL) 
 ::cNOME := WSAdvValue( oResponse,"_NOME","string",NIL,"Property cNOME as s:string on SOAP Response not found.",NIL,"S",NIL,NIL) 
 ::nPESOKG := WSAdvValue( oResponse,"_PESOKG","float",NIL,NIL,NIL,"N",NIL,NIL) 
Return

Agora, podemos montar um novo fonte ( WSTST01.PRW ), que vai usar a classe client gerada no AdvPL para interagir com este serviço. No fonte abaixo, todos os detalhes da implementação e o passo a passo utilizado para entender como usar as estruturas e métodos definidos na classe client do Web Service.

#include "protheus.ch"
/* ===========================================================================
Fonte WSTST01.PRW
Funcoes U_TST01I()
Autor Julio Wittwer
Data 10/06/2015
Descricao Fonte de testes da classe client do WebService "TORNEIOS" em AddPl
=========================================================================== */
User Function Tst01I()
Local oWSClient 
Local oAtleta
SET DATE BRITISH
SET CENTURY ON 
SET EPOCH TO 1960
 
// Cria a instância da classe Client do WebService de Torneios
oWSClient := WSTORNEIOS():New()
/*
Vamos chamar a inclusao de torneios. para isso, primeiro vemos qual foi o metodo 
de inclusao gerado na classe client Advpl
WSMETHOD INCLUIR WSSEND oWSTORNEIOIN WSRECEIVE nINCLUIRRESULT WSCLIENT WSTORNEIOS
*/
// o parametro oWSTorneioIn é uma estrutura nomeada de TORNEIOS_TORNEIO
// Como esta estrutura é um parâmetro de um método, ela já vem 
// criada, mas seus valores nao estao preenchidos 
// vamos preencher as propriedades desta estrutura
// consultamos as propriedades da estrutura no fonte Client Advpl gerado
/*
WSSTRUCT TORNEIOS_TORNEIO
 WSDATA oWSATLETAS AS TORNEIOS_ARRAYOFATLETA
 WSDATA cDESCRICAO AS string
 WSDATA dFINAL AS date
 WSDATA dINICIO AS date
(...)
*/
oWSClient:oWSTORNEIOIN:cDESCRICAO := 'Torneio de Teste'
oWSClient:oWSTORNEIOIN:dInicio := date()+1
oWSClient:oWSTORNEIOIN:dFinal := date()+2
// Dentro da estrutura de torneio, temos tambem a propriedade oWSAtletas
// Como ela nao vem criada, vamos criar uma instância dela
oWSClient:oWSTORNEIOIN:oWSATLETAS := TORNEIOS_ARRAYOFATLETA():New()
// Como a estrutura é um encapsulamento de array de objetos, 
// a propriedade oWSATLETA desta estrutura vem com {} um array vazio 
// ::oWSATLETA := {} // Array Of TORNEIOS_ATLETA():New()
// Para cada atleta a acrescentar, criamos uma nova instancia da estrutura 
// TORNEIOS_ATLETA . Devemos ver a declaração da estrutura para saber 
// quais propriedades devem ser preenchidas
 
/*
WSSTRUCT TORNEIOS_ATLETA
 WSDATA nALTURA AS float OPTIONAL
 WSDATA cCPF AS string
 WSDATA dNASCIM AS date
 WSDATA cNOME AS string
 WSDATA nPESOKG AS float OPTIONAL
(...)
*/
oAtleta := TORNEIOS_ATLETA():New()
oAtleta:cNome := "Joao da Silva"
oAtleta:cCPF := "123456789-09"
oAtleta:dNASCIM := ctod('02/02/1981')
oAtleta:nPESOKG := 72.5
// agora acrescentamos o atleta da propriedade correta
aadd( oWSClient:oWSTORNEIOIN:oWSATLETAS:oWSATLETA , oAtleta ) 
 
// Criamos um novo atleta
oAtleta := TORNEIOS_ATLETA():New()
oAtleta:cNome := "Jose da Silva"
oAtleta:cCPF := "111111111-11"
oAtleta:dNASCIM := ctod('03/03/1980')
oAtleta:nPESOKG := 75.2
// agora acrescentamos o segundo atleta da propriedade correta
aadd( oWSClient:oWSTORNEIOIN:oWSATLETAS:oWSATLETA , oAtleta )
// vamos ver como ficou a estrutura 
// varinfo("oWSClient:oWSTORNEIOIN",oWSClient:oWSTORNEIOIN)
// agora vamos chamar o metodo de inclusao
If oWSClient:Incluir() 
 
 // Chamada realizada com sucesso. 
 // Vamos ver o que chegou na propriedade de retorno
 msgInfo("Codigo de retorno = "+cValToChar(oWSClient:nINCLUIRRESULT),"Chamada realizada.")
Else
// houve algum erro na chamada
 // ou no processamento do webservice 
 MsgStop(getwscerror(3))
Endif
Return

A função de testes de inclusão ( U_TST01I ) pode ser chamada diretamente pelo SmartClient, não precisa colocar ela dentro do Menu do ERP. Os dados utilizados para os atletas estão “chumbados” no fonte. Ao ser executado, o Web Services SERVER deve receber e aceitar o XML enviado por HTTP, e mostrar no LOG de console a descrição do torneio e o nome dos dois atletas informados.

Exemplo usando tWSDLManager

Agora sim, vamos ver como é possível usar a casse nova de Web Services para informar estruturas complexas, e arrays de estruturas complexas.

A classe tWSDLManager permite mapear, a partir do WSDL, as estruturas complexas e tipos simples que precisam ser enviados para uma requisição de WebServices. Como um tipo complexo na verdade é um agrupamento de tipos simples, ao usar o método SimpleInput(), vamos obter um array contendo os identificadores de todos os dados que podem ser enviados, porem a classe considera por default que voce vai enviar apenas uma ocorrencia de um dado ou estrutura. Como nós sabemos que vamos inserir mais de um valor, precisamos dizer para a classe quantos valores serão informados, e somente com estes valores definidos podemos usar o método SimpleInput() para ver como e onde os dados serão informados. Toda a sequencia de identificação está documentada no proprio fonte, em linhas de comentário.

#include "protheus.ch"
/* ===========================================================================
Fonte WSTST02.PRW
Funcoes U_TST02I()
Autor Julio Wittwer
Data 28/06/2015
Descricao Fonte de testes do webService de Torneios, usando a nova classe
 client de websservices "tWSDLManager"
http://tdn.totvs.com/display/tec/Classe+TWsdlManager
=========================================================================== */
User Function TST02I()
Local oWSDL
Local lOk, cResp, aElem, nPos
oWSDL := tWSDLManager():New()
// Seta o modo de trabalho da classe para "verbose"
// apenas para fins de desenvolvimento e depuracao
// oWSDL:lVerbose := .T.
// Primeiro faz o parser do WSDL a partir da URL
lOk := oWsdl:ParseURL( "http://localhost/ws/TORNEIOS.apw?WSDL" )
if !lOk
 MsgStop( oWsdl:cError , "ParseURL() ERROR")
 Return
endif
// Lista as operações disponíveis
// aOps := oWsdl:ListOperations()
// varinfo( "aOps", aOps )
/*
aOps -> ARRAY ( 1) [...]
aOps[1] -> ARRAY ( 2) [...]
aOps[1][1] -> C ( 7) [INCLUIR]
aOps[1][2] -> C ( 0) []
*/
// Seta a operação a ser utilizada
lOk := oWsdl:SetOperation( "INCLUIR" )
if !lOk
 MsgStop( oWsdl:cError , "SetOperation(INCLUIR) ERROR")
 Return
endif
// Agora vamos ver os parametros de chamada da inclusao
// primeiro, devemos verificar os complex types de
// tamanho variavel.
// aParC := oWsdl:ComplexInput()
// varinfo("aParC",aParC)
/*
aParC -> ARRAY ( 1) [...]
aParC[1] -> ARRAY ( 5) [...]
aParC[1][1] -> N ( 15) [ 3.0000] // ID da estrutura complexa variavel
aParC[1][2] -> C ( 6) [ATLETA]
aParC[1][3] -> N ( 15) [ 0.0000] // numero minimo de ocorrencias
aParC[1][4] -> N ( 15) [2147483647.0000] // numero maximo de ocorrencias
aParC[1][5] -> C ( 31) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1] // lista de elementos "pai" desta estrutura
*/
// Como sabemos que vamos enviar 2 atletas,
// definimos esta quantidade usando o metodo SetComplexOccurs
oWSDL:SetComplexOccurs(3,2) // Id do complex type, quantidade a ser enviada
// Apenas depois de definirmos quantos tipos complexos queremos enviar,
// podemos listar os tipos simples.
// aParS := oWsdl:SimpleInput()
// varinfo("aParS",aParS)
/*
aParS -> ARRAY ( 13) [...]
aParS[1] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[1][1] -> N ( 15) [ 0.0000]
aParS[1][2] -> C ( 6) [ALTURA]
aParS[1][3] -> N ( 15) [ 0.0000]
aParS[1][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[1][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#1]
aParS[2] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[2][1] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[2][2] -> C ( 3) [CPF]
aParS[2][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[2][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[2][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#1]
aParS[3] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[3][1] -> N ( 15) [ 2.0000]
aParS[3][2] -> C ( 6) [NASCIM]
aParS[3][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[3][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[3][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#1]
aParS[4] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[4][1] -> N ( 15) [ 3.0000]
aParS[4][2] -> C ( 4) [NOME]
aParS[4][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[4][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[4][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#1]
aParS[5] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[5][1] -> N ( 15) [ 4.0000]
aParS[5][2] -> C ( 6) [PESOKG]
aParS[5][3] -> N ( 15) [ 0.0000]
aParS[5][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[5][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#1]
aParS[6] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[6][1] -> N ( 15) [ 5.0000]
aParS[6][2] -> C ( 6) [ALTURA]
aParS[6][3] -> N ( 15) [ 0.0000]
aParS[6][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[6][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#2]
aParS[7] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[7][1] -> N ( 15) [ 6.0000]
aParS[7][2] -> C ( 3) [CPF]
aParS[7][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[7][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[7][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#2]
aParS[8] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[8][1] -> N ( 15) [ 7.0000]
aParS[8][2] -> C ( 6) [NASCIM]
aParS[8][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[8][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[8][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#2]
aParS[9] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[9][1] -> N ( 15) [ 8.0000]
aParS[9][2] -> C ( 4) [NOME]
aParS[9][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[9][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[9][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#2]
aParS[10] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[10][1] -> N ( 15) [ 9.0000]
aParS[10][2] -> C ( 6) [PESOKG]
aParS[10][3] -> N ( 15) [ 0.0000]
aParS[10][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[10][5] -> C ( 40) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1.ATLETAS#1.ATLETA#2]
aParS[11] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[11][1] -> N ( 15) [ 10.0000]
aParS[11][2] -> C ( 9) [DESCRICAO]
aParS[11][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[11][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[11][5] -> C ( 21) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1]
aParS[12] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[12][1] -> N ( 15) [ 11.0000]
aParS[12][2] -> C ( 5) [FINAL]
aParS[12][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[12][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[12][5] -> C ( 21) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1]
aParS[13] -> ARRAY ( 5) [...]
aParS[13][1] -> N ( 15) [ 12.0000]
aParS[13][2] -> C ( 6) [INICIO]
aParS[13][3] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[13][4] -> N ( 15) [ 1.0000]
aParS[13][5] -> C ( 21) [INCLUIR#1.TORNEIOIN#1]
*/
// Analisando o array acima, vemos que os parametros de primeiro nivel
// sao INICIO, FINAL e DESCRICAO. Logo, podemos alimentar estes valores
// diretamente, inclusive pelo nome. Porem precisamos informar tambem o array contendo 
// a sequencia de elementos "pai" de cada valor. Na pratica, pasta pegar a 
// lista de elementos pai identificada no 5o elemento do array de simpleInput
// e criar um array com ele.
lOk := oWsdl:SetValPar("DESCRICAO",{"INCLUIR#1","TORNEIOIN#1"}, "Torneio de Testes")
if !lOk
 MsgStop( oWsdl:cError , procline())
 Return
endif
lOk := oWsdl:SetValPar("INICIO",{"INCLUIR#1","TORNEIOIN#1"}, '20150701')
if !lOk
 MsgStop( oWsdl:cError , procline())
 Return
endif
lOk := oWsdl:SetValPar("FINAL",{"INCLUIR#1","TORNEIOIN#1"}, '20150702')
if !lOk
 MsgStop( oWsdl:cError , procline())
 Return
endif
// Podemos ver tambem que o array de tipos simples foi criado para 2 atletas
// e agora temos IDs para cada um deles. Isto somente aconteceu pois 
// usamos o metodo SetComplexOccurs(). Caso nao tivessemos utilizado 
// este metodo, o array de estruturas simples viria apenas com os 
// identificadores para inserir um altleta.
// Para definir os tipos complexos, uma vez que seus valores
// já estão enumerados na lista de tipos simples, podemos fazer assim :
aParent := {"INCLUIR#1","TORNEIOIN#1","ATLETAS#1","ATLETA#1"}
oWsdl:SetValPar("NOME",aParent,"Romualdo da Silva")
oWsdl:SetValPar("CPF",aParent,"123456789-01")
oWsdl:SetValPar("NASCIM",aParent,"1974-05-08")
oWsdl:SetValPar("PESOKG",aParent,"77,5")
oWsdl:SetValPar("ALTURA",aParent,"1,85")
// Como os atletas são inseridos em sequencia, basta informarmos
// a que alteta a informação se destina, variando o ultimo
// elemento do array dos "pais" de cada informação.
aParent := {"INCLUIR#1","TORNEIOIN#1","ATLETAS#1","ATLETA#2"}
oWsdl:SetValPar("NOME",aParent,"Sinfronio da Silva")
oWsdl:SetValPar("CPF",aParent,"555555555-55")
oWsdl:SetValPar("NASCIM",aParent,"1976-03-12")
oWsdl:SetValPar("PESOKG",aParent,"66,5")
oWsdl:SetValPar("ALTURA",aParent,"1,65")
// Agora executamos a requisição ao WebService
lOk := oWsdl:SendSoapMsg()
if !lOk
 MsgStop( oWsdl:cError , "SendSoapMsg() ERROR")
 Return
endif
// mostra no console o XML Soap devolvido
conout( "--- SOAP RESPONSE ---" , oWsdl:GetSoapResponse() , "-------------------")
// Recupera os elementos de retorno, já parseados
cResp := oWsdl:GetParsedResponse()
/*
Como o retorno é apenas um numero, podemos obtelo diretamente 
parseando a string retornada em cResp
*/
varinfo("cResp",cResp)
Return

Conclusão

A classe tWSDLManager tem uma sequência de operações que precisa ser realizada antes de começar a alimentar as propriedades de envio de dados. Caso existam mais informações que possuem quantidades variáveis, é necessário definir a quantidade de cada uma delas antes de começar a popular os valores para realizar a requisição / chamada do WebService.

Para o próximo post sobre Web Services, eu vou pegar este exemplo didático, e fazer um método de consulta, onde o retorno do Web SErvices server vai ser as informações de um torneio. Esta etapa de tratamento de retorno de tipos complexos é muito simples usando a geração do fonte client em AdvPL, mas é um pouco mais complicada quando usamos a classe tWSDLManager(), e realmente tudo isso de uma vez dentro de apenas uma postagem, ficaria muito grande !

Até a próxima pessoal, e bons Web Services 😀

Anúncios

12 comentários sobre “Web Services em AdvPL – Parte 02

  1. Vale mencionar os webservices baseados no EAI que é muito simples e rápido de ser implementado.
    Para integrações (SOAP) do tipo incluir um Pedido de Vendas, um Produto, Cliente ou algo assim, nada mais prático, rápido e simples de desenvolver pois uma camada intermediária recebe o XML com os dados e o transforma em array, permitindo passa-lo ao MsExecAuto e capturar o resultado e retornar ao webservice…

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Marcelo

      Estou precisando desenvolver uma integração com o Magento, onde de início deverá ser incluído no Protheus os Clientes e Pedidos de venda que comprarem no ecomerce.
      Você disse que webservices baseados no EAI é simples e rápido de ser implementado. Onde consigo informações a respeito? Estou iniciando agora em webservices. Abraços…

      Curtido por 1 pessoa

  2. Boa Tarde Júlio, tudo bom?

    Tem vários Web Service SERVER feitos em AdvPL que estão funcionando corretamente, porém por uma politica de segurança da empresa, preciso que meus Web Services feito em AdvPL, sejam disponibilizados com conexão segura SSL (HTTPS). No TDN diz que criando as chave SSLConfigure no INI do AppServer do WS, é possível disponibilizar o acesso via HTTPS. Porém no TDN não diz qual o tipo de certificado que temos que adquirir para tal funcionamento. Você poderia, por favor, faze um post com tal configuração? Ou poderia, por favor, me enviar via e-mail o “caminho das pedras”? Obrigado.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Boa tarde Júlio, como vai tudo certo?! Estou tendo que fazer uma integração com um serviço via REST, porém tenho que fazer o envio de um arquivo XML na requisição… teria algum exemplo?!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s